quarta-feira, 30 de abril de 2008

"A arte de viver"


"A arte de viver"

Habito no halo
dos meus versos
onde incansavelmente
rimo palavras sem rima
e seco lágrimas sem pranto

é a arte de viver...

como lacrar a vida e o amor
sem cantar?
como vencer o tédio e o temor
sem bailar?
eis a razão
porque sonho sem sono
porque voo sem asas
porque vivo sem vida

no avesso dos versos escondo
o tesouro da minha contrariedade
o mistério da minha enfermidade
e o feitiço da minha eternidade
Armando Artur


Fotografia: Daedalus by Pedro Inácio
(Todos os Direitos reservados)

2 comentários:

pp disse...

A vida é uma dança...
Sê uma bailarina do mais alto nivél...ora danças
em bicos de pé ora com eles no chão...

as quedas também fazem parte...é preciso é dançar.

:) jokas

Sandrine disse...

:) Muito bem dito!!!!!

Jokinhas grandes ;)