terça-feira, 6 de maio de 2008

Talvez que...



Talvez que a vida seja isto mesmo! Sem mais nem menos apenas isto.
Talvez que a filosofia nem entre nesta roda vida de paragens e de movimento.
Talvez que não sejam precisas palavras, sinónimos ou conceitos.
Talvez que os adjectivos sejam apenas e só isso... uma maneira de tornar algo bonito.
Talvez que nem a ciência faça muito sentido e quando penso nisso... nem sequer o faz a matemática. Somamos números em papeis aos quadradinhos e na vida subtraímos a emoção do dia-a-dia, subtraímos o 1 ao 2 e em última análise acabamos sempre com o resultado a 0. Talvez que no fim nada faça grande sentido porque acabamos por fazer de tudo sempre um enorme alarido.
Talvez que até pensar nem seja preciso e logo cai por terra o "penso logo existo".
Talvez que no fundo baste apenas isto:
Vivermos todos os dias de início!


Fotografia: Dreamspace reloaded by Denis Olivier
(Todos os Direitos reservados)

3 comentários:

pp disse...

Correcto...eu por mim nem faço contas á vida
não quero essa equação, subtrair não é comigo gosto de adicionar, mas nem sempre é possivel....por causa dos numeros...mas concordo com o pensamento e respeito a matemática de cada um...é que sou muito mau de contas...nunca fico beneficiado.

:) jokas

Sandrine disse...

Se tu és mau de contas eu então nem se fala...
Mas nas contas da vida não há volta a dar! Soma-se umas vezes, outras subtrai-se... nada a fazer!

Jokinha grande ;)

Chapas disse...

A vida é só aquilo que nós fazemos porque queremos....e por vezes aquilo que nos aparece assim...