quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Spinning


Entram sem pedir licença a ninguém.
Ainda não sei se será uma questão de falta de educação
às vezes parece-me que bastava ter um bocado de cuidado
Entram de rompante, insinuam-se flagrantemente e depois instalam-se
Fazem disto um modo de vida, uma forma de estar
Empurram tudo e metem-se à frente como se tivessem esse direito desde a nascença
Brincam connosco, confundem-nos e depois evaporam-se
Quando lhes apetece voltam a aparecer
Não que tenham sido chamados
Mas acham mesmo que são tidos e achados
Por vezes gostava que parassem
ou que pedissem licença
com um pouco de cuidado, um pouco de delicadeza
qualquer coisa do género
"Somos Pensamentos, será que podíamos entrar só por um momento na sua cabeça?"

Fotografia: Nine by Nasht-01
in http://nasht-01.deviantart.com/
(Todos os Direitos reservados)

2 comentários:

pp disse...

Alguns fazem essa tal rotação outros alojam-se...e tendem em permanecer.

É bom que assim seja para não haver estagnação cerebral.

jito :)

Sandrine disse...

:) é sim senhor!!!! Estagnação é que não pode ser... antes que haja este rodopio constante!!!

Jinhos ;)