sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Estranho-me...


Há dias em que acordo e em que parece que há algo de errado... o meu corpo não parece ser mais meu. Parece que desaprendi os passos e que já não sei mais caminhar. O rosto apresenta-se-me desfigurado ao espelho e caio mesmo na tentação de perguntar "Quem a convidou a entrar na minha casa?". Há dias em que não sei onde colocar os braços... parecem-me longos de mais, e os pés que enfio nos sapatos não parecem mais ser os meus. Nestes dias não penso... tento não pensar. Sinto sempre que estou a entrar na intimidade de alguém, a violar o espaço de outro, a pensar pensamentos que não são os meus. Nas conversas fico atónita sem entender uma palavra do que me dizem... estão a falar uma língua que eu não conheço... deixo-me estar. Há dias em que tudo parece virado do avesso e por pouco vejo todos os meus órgãos de fora e a pele virada para dentro como que a desafiar as leis da Natureza. Há dias em que pura e simplesmente não me apetecia mesmo acordar...

Fotografia: And she sleeps by Cweeks
(Todos os Direitos reservados)

5 comentários:

Patrícia disse...

opá...isso aconteceu-me ontem...

Sandrine disse...

Pois é... mais cedo ou mais tarde, com mais ou menos frequência acabamos todos por ter dias assim...

Patrícia disse...

é.....há dias de manhã em que uma gaja á tarde não devia sair á noite....

pp disse...

Podias aplicar esse texto a mim ..engraçado
sinto-me assim!!!! Porque será esse teu post coicidência.....mas tá perfeito...melhores dias virão.

deKruella disse...

Olha a mim fez-me lembrar aquele grande filme de terror (para a altura) "Mosca". Opois a menina explica!