segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Over my shoulder


Vem e espreita-me por cima do ombro
experimenta! vem e vê o que eu vejo
tenta apanhar a minha perspectiva
mas não tentes viver a minha vida
Vem e encosta a tua cabeça no meu ombro
afasta um ou dois cabelos da tua frente
fazem comichão na cara e não te deixam ver bem
Vem e tenta ver o meu lado
tenta perceber como eu percebo
tenta ver o que eu vejo
e talvez isso mude alguma coisa
talvez nem seja preciso mudar
mas assim ficas a perceber-me melhor
Vem e esforça-te por compreender
porque só assim me irei esforçar por explicar.



Fotografia: Shoulder by Douceur amere
in http://douceur-amere.deviantart.com/
(Todos os Direitos reservados)

4 comentários:

pp disse...

Ver por Prismas iguais existe sempre o perigo de a visão de 4 olhos se transformar em 2 o que não é bom, e perceber igual tbm não é positivo...agora se se partilha pontos de vista e compreensão....aí a amplitude é maior e melhor dá outro sentido á vida.

bjo....bom texto

Sandrine disse...

Era exactamente na Partilha que eu estava a pensar!!
Força pp... ânimo
beijo
s

Patrícia disse...

Gostei muito....mesmo!!:)

tiraste o chat?

Sandrine disse...

Obrigada Patrícia! :)
Tirei... ninguém chatava lá :P
Jokinhas
s