quinta-feira, 6 de março de 2008

Egoísmos à parte



De que vale termos corpos de bailarinas se não dançamos?
De que vale termos olhos como objectivas se não fotografamos?
De que vale nos acharmos os maiores se não o somos?
De que vale olhar os outros de cima se nem para nós conseguimos olhar?
De que vale prendermos quem se quer soltar??

Eu prefiro
Mesmo que mal sentir a liberdade de dançar
mesmo que sem perspectiva tirar prazer do que vejo
ter exactamente o meu tamanho
olhar tal qual como olho
e partilhar a liberdade sem mais!


Fotografia: Sheer light by Zemotion
(Todos os Direitos reservados)

6 comentários:

pp disse...

:)

O Ego...ismo, mas os outros tbm tem o seu ego.

jito

deKruella disse...

Acho que há um momento na vida em que temos que deixar os outros um pouco de lado e soltar o nosso eu...e sermos por isso um pouco egoistas.
Tem que ser. Se não olharmos para nós mais ninguém o faz!

Dança mulher ao teu ritmo mas mexes esses pés ;)

Sandrine disse...

pp: true! true!

minha cabra: Estás a dizer que eu não mexo os pés quando danço?????

Agora fora de brincadeiras, claro que tem que haver sempre um bocado de egoísmo e esse é salutar, é o que nos faz pensar em nós e agir também em prol de nós mesmos. Mas eu acho que é um bocado como aprendemos no código da estrada: A liberdade de um termina quando começa a liberdade do outro. Eu prefiro dizer que ambas têm que coexistir em harmonia sob o risco de acabar em ruptura!

deKruella disse...

Cabra não!

Cow faz favor, ok?

É só o que tenho a dizer sua pezuda.

:P

Sandrine disse...

LOL!!!!!! Bela resposta sim senhora!!! As aulinhas de estrangeiro estão a dar resultado ;)

ahhh é verdade
NO JOKINHAS FOR YOU!!!!

pp disse...

Pezuda_não é com Z dahh

:)