quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Procurei-te


Estiquei a mão e não te encontrei.
Levantei-me num salto e corri a casa à tua procura.
Procurei-te por todo o lado, corri todos os cantos.
Vesti-me e saí de casa e nas ruas esquecidas de pessoas e de outras
pessoas adormecidas fui te procurar.
Corri meia cidade, fui às prisões e aos hospitais, falei mesmo com a
polícia que me olharam com malícia e deram mil histórias a entender.
Disse-lhes que não fumavas, virei costas e continuei no enlace de ti.
Fui à procura nos jardins e nos bancos já ocupados por outros menos
afortunados.
Procurei-te por becos e vielas,
nas principais artérias
e nos locais mais afastados.
Procurei-te no nosso lugar favorito,
no local do nosso primeiro encontro e cinema da nossa eleição.
Todos eles de portas fechadas e de ti nem visão...
Procurei-te até nascer o dia. Até sentir o sol na pele.
Até a cidade
acordar.
Corri meia cidade para não te encontrar
Cansada parei e apenas ali percebi
Se quisesses que te encontrasse não fugirias de mim!


Imagem: Attention...Red Point by Hüseyin Türk
(All Rights reserved)

9 comentários:

Dry-Martini disse...

Há quem passe, por vezes, uma vida inteira a fugir...

XinXin ´

PS: Só não entendo é porquê fugir de ti .)

PP disse...

Viste bem no comboio????

eles andem aí.

:)

Sandrine disse...

Dry-Martini: É verdade! Deve ser cansativo andar nessa fuga constante!

ps: os meus devaneios são como os contos... meras ficções. mas por vezes lá umas fugas (mas como eu corro mais rápido... he he he)

Sandrine disse...

PP: Opá eu vi!!! No comboio e tudo e tudo e népia pá!!!
Tu queres ver que é desta que fico sem cão (LOL)

PP disse...

Não chames isso ao miúdo... :) tá mali..lol

bjo...num ligues eu sou meio aparvalhado...um dia vais-me conhecer. hehehehe

RaquEL disse...

Eu acho que tava no guarda fatos... não procuras-te aí, pois não?
d=
*

Sandrine disse...

PP: Mas eu já te conheço pá!!!!

Raquel: No guarda-fatos não vi não!!!! ;)

Precious disse...

É contatar um detective privado ou arranjar alguém que colabore mais a jogar às escondidas...

Ivo disse...

não procures mais...estou aqui! :P

beijo!