quarta-feira, 4 de março de 2009

...


e poderia escrever tudo e mesmo assim não conseguir que tudo tivesse sentido


Imagem: Vieira da Silva, L’Issue Lumineuse, 1983-86

5 comentários:

Precious disse...

Escrevermos por várias razões, às vezes até para tirar o sentido às coisas.

Nelumbo nucifera disse...

O não fazer sentido é um sentido em si mesmo. É um fim em si próprio. Continua a escrever ;)

RaquEL disse...

Não te preocupes com o sentido. O que para ti pode fazer todo o sentido, para mim poderá não ter sentido algum...
Mas uma coisa eu te digo... Cada vez sou mais adepta da ideia que a missão do Homem na Terra é quebrar com todo o sentido que esta tem. Por enquanto está a conseguir.
Agora tu como ser humano que és, porque é que não podes "brincar" com o sentido das coisas?Porque não trocares as voltas às tuas ideias?

PP disse...

Tudo!!! é Tanto e tão pouco!!!!
Poderias escrever tudo...
E tudo era pouco o que tinhas pra dizer...
Muito mais do que querias escrever...
Escrever sem sentido, nem direcções, apenas escrever...
E o leitor, ler sem entender...
Porque se lê então? sem perceber?
Se as pessoas escrevem sem escrever...
BJO :) (tou armado em intelectual)
hehehe

Carlos Rangel disse...

Como eu te percebo....